Etapas da Produção Audiovisual

As etapas de uma produção audiovisual, multimidiática ou cinematográfica desenvolve um longo processo de captação e gravação.

Seja um conteúdo sensível, áudio ou vídeo para cinema, internet, webséries ou televisão, a produção é responsável por toda a logística, recursos, planejamento, táticas específicas para cada cena da gravação, retorno do investimento, controle da distribuição e exibição da sua produção.



Diretor de Produção

Tem o papel de gerenciar as necessidades práticas, organizar o orçamento e cronogramas aprovados pelo produtor executivo. O diretor de produção trabalha junto com outros diretores inseridos em uma obra. Quando em produções menores, se torna responsável pelas locações, ajuda na direção de arte, organiza orçamentos e negociações, pesquisas e visitas técnicas, e a viabilização da alimentação da equipe.


A função de um Diretor é supervisionar e dirigir as execuções das gravações, utilizando dos recursos humanos, artísticos, dramáticos e técnicos que estiverem ao seu alcance. Ele lidera toda a produção, desde a direção da interpretação dos atores, a direção dos meios técnicos que engloba iluminação, sonoplastia, equipamentos, locações, cenários, figurinos, etapas da pós-produção, supervisão da montagem, trilha sonora e dublagem, até a finalização da obra.


Produtor Executivo

É o representante da empresa ou produtora que está produzindo a peça audiovisual e é responsável por cuidar da parte financeira do projeto.


O produtor é responsável por administrar e gerenciar diversas cadeias de produção.



Quando se trata de produção para televisão, existe um Diretor Geral específico para montar equipes que fazem parte da grade de funcionários de cada emissora. Independente do tipo e porte de produção, a dinâmica das equipes respeita a grade de programação da emissora. As funções subdividem-se em três áreas de atividade, que são: administrativa, produção e técnica.



Independente do tamanho de uma produção, devemos seguir sempre as etapas abaixo:


Proceder a checagem de todos os itens que deverão estar presentes na gravação de cada filmagem.

Enviar o relatório de produção para os responsáveis administrativos.

Trabalhar o planejamento, sempre com antecipação, de como deslocar a equipe de uma locação para outra.

Ter em mãos a autorização do uso de imagem e voz de cada envolvido na obra.

Ficar sempre atento ao cronograma e aos planos a serem gravados.

Acompanhar minuciosamente a utilização dos prazos de entrega e verbas utilizadas.



Nunca deixe de ter em mãos um formulário com o cronograma das atividades a serem realizadas em cada dia.


A captação de cada cena não precisa necessariamente ser feita por ordem cronológica e, em muitas vezes, nem é feita. Por isso, a necessidade de um roteiro muito bem estruturado e um expert em montagem e edição para a execução do processo final.



EQUIPAMENTOS E SUPORTES PARA A OPERAÇÃO DE CÂMERAS


As câmeras possibilitam a realização de todos os movimentos da linguagem audiovisual.

O tripé é o dispositivo mais básico e comum utilizado em produções audiovisuais para a definição de ângulos em cada cena.


A grua possibilita capturar cenas panorâmicas, transmitindo sensações de distância, com uma abertura maior.



O steadycam é um equipamento acoplado ao corpo do cinegrafista para possibilitar uma maior estabilidade do movimento.


ILUMINAÇÃO


Semelhante ao olho humano, a câmera não consegue “enxergar” um objeto sem uma fonte luminosa com quantidade suficiente de luz para ajudá-lo. A manipulação da luz num set de filmagem influencia muito do que vemos (e como vemos) as informações na tela.


Independente da forma, todas as escolhas de iluminação tentam emular o sol.


E aí, tudo pronto para a sua produção? ;)

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
guga-goncalves, curso-de-personal-branding-em-campinas, curso-de-personal-branding-em-sp,

Olá, que bom ver você por aqui!